segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Nos pênaltis, Athletico vence Operário e avança à final do Paranaense Sub-17

Por: João Vitor Rezende


A campanha do Operário Ferroviário no Campeonato Paranaense Sub-17 terminou nas semifinais. Em partida na manhã deste sábado (16), o Fantasma ficou no empate por 1 a 1 com o Athletico no tempo normal, mas sofreram a derrota na disputa de penalidades por 4 a 2 na Arena da Baixada.
Após o primeiro tempo equilibrado e sem gols, o Fantasma abriu o placar logo no início da segunda etapa com o gol de Leo aos dois minutos. Dez minutos depois, Leonardo Costa igualou o marcador na Arena. A igualdade permaneceu até o fim do tempo regulamentar e, com o mesmo placar do primeiro jogo, a decisão ficou para a disputa de pênaltis.
Nas penalidades, David Kochem marcou para o rubro-negro e Padela errou a primeira batida alvinegra. Na segunda série, Robinho fez para o Athletico e Rodrigo desperdiçou a chance do Operário. O Furacão converteu a terceira cobrança e Alemão diminuiu o marcador. Jader Barbosa parou no goleiro Lucas Barcelos e perdeu o primeiro do Athletico, enquanto Eduardo Feitoza fez o do Fantasma. Na quinta cobrança, Juninho converteu para a equipe da capital paranaense e deu números finais ao jogo.
O adversário do Athletico na decisão será o Londrina. Jogando em casa, o Tubarão venceu o Paraná Clube pelo placar mínimo, com gol contra de Vítor Cavalieri. A vitória simples garantiu a equipe do norte do estado na decisão, após empatar sem gols no duelo da ida na Vila Capanema.
Nos pênaltis, o Operário Ferroviário foi eliminado pelo Athletico na semifinal do Campeonato Paranaense Sub-17. Após o empate no tempo normal por 1 a 1, o rubro-negro venceu a decisão nos pênaltis por 4 a 2 na Arena da Baixada. Mesmo deixando o campeonato, o treinador Cristiano Cruz enfatizou a boa campanha da equipe na temporada e falou sobre a partida decisiva deste sábado (16).
Para Cristiano, o time alvinegro melhorou na segunda etapa do jogo e foi premiado com o gol: "No primeiro tempo não jogamos muito bem, os meninos não encaixaram a marcação. No intervalo começamos com eles, adiantamos um pouco mais nossa marcação e conseguimos fazer o gol, mas infelizmente o Athletico empatou. Sobre os pênaltis é até duro falar, os nossos melhores batedores erraram, não tem nem o que cobrar dos meninos", analisa.
O Operário encerra a competição com a quarta melhor campanha, com 12 vitórias, 3 empates e 7 derrotas em 22 jogos, tendo feito 40 gols e sofrido 21. O Fantasma também tem o terceiro maior goleador do certame até então, com os 12 gols de Alemão. Padela e Luiz Felipe figuram na segunda posição da lista alvinegra, com cinco gols cada.
"A campanha foi maravilhosa, digna de um clube que está crescendo igual o Operário. Só tenho a agradecer à nossa diretoria pela estrutura que está nos fornecendo, aos nossos jogadores e à nossa torcida", destaca o treinador da equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário